Moradores escolhem mais de 60 obras que serão feitas a partir 2019 na Serra

Mais de sessenta obras serão realizadas no município a partir do ano que vem e foram escolhidas pelos próprios moradores das localidades onde serão construídas. A Prefeitura da Serra, por meio da Secretaria de Planejamento Estratégico (Seplae), e a Assembleia Municipal do Orçamento (AMO) convidaram os moradores a comparecerem às plenárias de bairro e de regiões do Orçamento Participativo, quando foram escolhidas obras para 11 regiões.

Reforma e construção de escolas, praças e quadras, obras de drenagem e pavimentação, construção de centros de vivência, campo de futebol, construção e ampliação de unidades de saúde, e galerias de valões foram alguns dos pedidos eleitos. Mais de 500 pessoas participaram das plenárias regionais, que aconteceram entre os meses de julho e agosto. Já as plenárias de bairro foram realizadas em maio e junho.

“As assembleias do orçamento participativo são de extrema importância, pois são oportunidades das comunidades indicarem qual é a maior demanda daquela região, para ser executada como prioridade pela gestão municipal. A construção de uma cidade cada vez mais humana e inteligente parte de uma elaboração compartilhada. A Prefeitura agradece a participação e colaboração de todos os moradores”, disse a secretária de Planejamento Estratégico, Lauriete Caneva.

O recurso para as obras do Orçamento Participativo é de R$ 55 milhões. Cada região é contemplada com o valor médio de R$ 5 milhões, havendo flexibilidade conforme critérios de rateio.

A prefeitura e a AMO vão enviar, por meio dos coordenadores da AMO, a prestação de contas a todos os presidentes dos bairros com os resultados, ou seja, detalhando as obras eleitas do Orçamento Participativo.

 

Como são escolhidas as obras?

Antes das plenárias regionais do Orçamento Participativo, foram realizadas plenárias em todos os bairros da cidade, para definição de uma obra por bairro. Todas as sugestões foram levadas à votação nas onze plenárias regionais.

Em cada plenária de bairro, também foram escolhidos os delegados, que são as pessoas que votam nos encontros regionais.