Entulho de construção e até roupas são retirados de bueiros na Serra

Esse volume de resíduos descartados de forma incorreta é o que entope os bueiros da cidade, podendo causar alagamentos

Entulho de construção e até roupas são retirados de bueiros na Serra


Texto: Eduardo Candeias - Foto: PMS

Cerca de 70 toneladas de resíduos são retiradas por mês dos bueiros de Serra. Normalmente, os materiais mais encontrados durante uma limpeza são: areia e folhas, mas, também são encontrados guimbas de cigarro, tampas de garrafas, embalagens plásticas, arame, copos e sacolas. E, com frequência, os restos de construção civil e até roupas estão aparecendo nas últimas limpezas.

Esse volume de resíduos descartados de forma incorreta entope os bueiros da cidade. Para amenizar o problema, a Prefeitura da Serra realiza a limpeza dos bueiros rotineiramente. Essa é uma das ações para manter a cidade limpa, além de prevenir alagamentos em períodos de chuva.

“As pessoas, às vezes, fazem o descarte indevido de seus resíduos, misturam lixo domiciliar, lixo de reciclagem, resto de móveis e construção civil. A Secretaria de Serviços realiza a limpeza periódica e sistemática. Todos os bueiros da cidade já foram limpos este ano e são revisados. E, caso haja necessidade, são limpos novamente”, informou o secretário de Serviços da Serra, Igor Elson B. de Almeida.

Como descartar entulho corretamente?

Os geradores de resíduos da construção são responsáveis pela destinação correta do entulho. Se a quantidade for de, no máximo, 15 sacos de ráfia ou 15 carrinhos de mão de entulho, por dia, pode ser descartada em uma das Áreas de Transbordo e Triagem (ATT) da Serra: no Projeto João de Barro, localizado na Avenida Domingos José Martins, bairro Novo Porto Canoa; e na ATT Barcelona, na Avenida Região Sudeste.

Para descartar mais que isso, o morador precisa contratar caçamba, de empresas credenciadas que são monitoradas pela prefeitura. A lei 4.764, de 28 de dezembro de 2017 estabelece multa de até R$ 2.224 para quem não cumpre as regras.

De acordo com o secretário de Serviços, Igor Elson B. de Almeida, a população tem um papel importante na luta contra o descarte irregular de resíduos. “É importante que a comunidade saiba onde e como realizar o descarte corretamente de lixo, entulho e recicláveis e que esteja sempre denunciando o descarte irregular, que é prejudicial para toda a população”, afirma.