Prefeitura abre curso para seringueiros

A vida economicamente útil da seringueira pode variar de quarenta a cem anos
Prefeitura abre curso para seringueiros
TEXTO: Jéssica Romanha   FOTO: Divulgação

A Prefeitura da Serra está capacitando gratuitamente produtores e trabalhadores rurais na operação de sangria em seringueira. O curso começou nesta segunda-feira, dia 19, e segue até a próxima sexta-feira, dia 23, e será aplicado no período da manhã e da tarde em Chapada Grande.

Entre os conteúdos a serem ensinados estão: amolagem de faca e escolha das árvores em ponto de sangria; coleta e acondicionamento da produção e manutenção do ângulo de sangria e cuidados com o uso de produtos químicos, entre outros.

De acordo com o secretário Municipal de Agricultura, Agroturismo, Aquicultura e Pesca (Seap), Erly Vieira, na Serra há 780 hectares plantados de seringueiras, com  produção de 1.600 toneladas de borracha seca.

Erly também destaca a importância da participação dos produtores no evento. “O evento é importante para quem já atua na atividade para aperfeiçoamento da técnica de trabalho, bem como, para aqueles que não conhecem sobre o setor e querem se qualificar e encontrar uma nova fonte de renda”, comentou.

O curso é realizado pela Prefeitura da Serra em conjunto com o Instituto Capixaba de Pesquisa, Assistência Técnica e Extensão Rural (Incaper/Serra) e Coopbores.

 

A importância do curso:

A vida economicamente útil da seringueira pode variar de quarenta a
cem anos. Isso depende, entre outros fatores, da qualidade da
mão-de-obra para executar a operação sangria. Quando a operação sangria
é executada adequadamente, permite uma perfeita regeneração da casca
que, consequentemente, permitirá futuras sangrias.