Programação do Mês da Árvore vai até sexta-feira (27) com plantio de mudas

Faz parte da programação o plantio de mudas de Mata Atlântica em vários bairros, tanto em vias públicas quanto em unidades de saúde, escolas e praças

Programação do Mês da Árvore vai até sexta-feira (27) com plantio de mudas


Texto: Gabriela Conti - Foto: Semma

A programação do Mês da Árvore entra na reta final e vai até a próxima sexta-feira, dia 27, com plantio de mudas em diversos bairros, tanto em vias públicas quanto em unidades de saúde, escolas e praças.

Serão contemplados os bairros Vista da Serra II, Enseada de Jacaraípe, Barcelona, São Lourenço, Mata da Serra, Nova Carapina, Nova Almeida, Feu Rosa e Cidade Continental. 

As plantas escolhidas são espécies nativas de Mata Atlântica, como aroeira, ipê-branco, pau-ferro, pau-brasil e pata-de-vaca com até 1,5 metros de altura.

A programação do Mês da Árvore começou no último dia 4 com a palestra “A importância das áreas verdes urbanas para a qualidade de vida em nossa cidade”, que foi ministrada pela bióloga e mestre em Arquitetura pela Ufes, Rosa Casati Ramaldes. 

Durante a ocasião, Rosa explicou o papel das árvores na regulação do microclima, já que elas proporcionam sombra e umidade impedindo a formação de “ilhas de calor”, tornando as temperaturas mais amenas e o clima mais agradável.

A bióloga também falou sobre os cinturões verdes. "São áreas inclinadas que contornam algumas áreas planas urbanizadas, como um cinto. Como estão cobertas por vegetação nativa são chamadas de 'cinturões verdes'. Essa vegetação é parte do que restou da Mata Atlântica, que existia em todo o Estado. Lá, encontramos a mata de encosta nas áreas inclinadas e a mata ciliar na beira dos rios, córregos e lagoas", explicou.